Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

Tesouro em vaso de barro

Imagem
A liturgia da festa de hoje, São Tiago, Apóstolo, traz essa referência da segunda carta aos Coríntios, que me faz pensar muito sobre a realidade da vida humana e a proposta da vocação cristã. “Temos esse tesouro em vasos de barro, para que o extraordinário poder seja de Deus e não nosso” (2Cor 4,7). Na lógica original do texto, Paulo está discorrendo sobre o ministério apostólico, cujo centro se encontra na pregação do evangelho, o anúncio da salvação de Deus pelo mistério pascal de Jesus Cristo. O apóstolo discorre longamente sobre a superação da antiga aliança por Cristo, e mostra que a autoridade do ministério apostólico está em nada reter para si – nem a própria vida, frequentemente exposta a perigos e ao ridículo –, mas em fazer tudo para que todos cheguem ao conhecimento da boa nova divina. Mas podemos ir além do texto. Por isso que ele é Palavra de Deus. O texto nos convida a uma lucidez antropológica, se assim posso dizer. Traz à tona a consciência de nossa condição de

O cultivo espiritual em tempos de conectividade

Imagem
Tomo emprestado esse título da obra homônima do paulino Francisco Galvão, que tive o prazer de conhecer no ano de 2018, justamente numa palestra de lançamento do livro no Centro Loyola em Belo Horizonte. É publicado pela Paulus Editora. Chamou minha atenção o jeito simples do Galvão e a sinceridade da sua proposta de reflexão. Ele consegue conjugar na obra duas grandes importantes questões contemporâneas: a busca de uma espiritualidade profunda , que ofereça um sentido claro à vida humana, e o fenômeno da super conexão humana através do mundo digital, tendo como seu principal recurso as redes sociais , que moldam os relacionamentos humanos de modo ímpar neste início de século. A obra chama a atenção para os riscos e as virtudes da presença nas redes sociais e tenta abrir caminhos para a superação da superficialidade em que se pode cair sem um uso maduro das mesmas. Aponta, contudo, que o único caminho para uma espiritualidade madura e autêntica é o mergulho na interioridade, medi