Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2021

Acompanhar, discernir e integrar a fragilidade – Amoris Laetitia XI

Imagem
  Esse é o título do 8º capítulo da Exortação Amoris Laetitia , do Papa Francisco, sem dúvida um dos mais debatidos pela mídia dentro e fora da Igreja Católica. A meu ver, o capítulo não apresenta dubiedades nem controvérsias, como alguns acusam, mas orienta uma proposta pastoral a partir de uma visão concreta, realista e humanizadora. A grande questão em xeque – o grande background de toda a explanação do capítulo – é o acompanhamento de situações de especial fragilidade quanto à compreensão e vivência matrimonial e conjugal. Vamos ao texto. Em primeiro lugar, o Papa se dedica àqueles casais que vivem casados somente “ no civil ” ou apenas convivem sem nenhuma formalidade legal, bem como as “ uniões de fato ”. Seu grande risco é, numa compreensão débil do significado do matrimônio, gerar uma indisponibilidade para a vivência de um vínculo saudável, comprometido e duradouro e, assim, levar a uma explícita rejeição do valor e do significado do matrimônio, tanto em suas dimensões l