Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2020

O amor que se torna fecundo – Amoris Laetitia VII

Imagem
  Continuando nossa série de reflexões sobre a Exortação Apostólica Amoris Laetitia , chegamos ao capítulo V, que trata da acolhida da vida no seio da família. Aqui o Papa Francisco não se detém apenas em falar sobre a geração de filhos, mas propõe o conceito da “família alargada”, que compreende também a adoção e o cuidado para com os idosos. É um texto curto, mas bastante significativo! “O amor sempre dá vida” (n. 165): essa é uma das características fundamentais do amor. A vida deve sempre se acolhida como dom, com generosidade e alegria, contemplando, na vida que quer vir ao mundo, a beleza do amor e da graça de Deus que renova todas as coisas. Toda família é chamada a uma fecundidade generosa através da paternidade responsável , não se fechado no próprio egoísmo, mas abrindo o amor à experiência da vida que precisa ser cuidada e amada (n. 167). A maravilha da gravidez está na possibilidade de colaborar com Deus na renovação da criação! O sonho com o bebê que vem e sua acolh